Há muito ando. Há muito estive a vagar.

           Ah, perdoe este servo. Meu nome é Ryushin, que quer dizer coração de dragão no meu idioma. Bem, eu sou um Mitho nascido em um extinto país chamado Japão. Essa é minha origem... hoje não é mais assim, mas antes da grande guerra, há milênios atrás, cada continente, cada país tinha sua própria etnia e cultura. As pessoas tinham suas próprias filosofias, tradições, religiões e crenças... Hoje em dia, não existe mais isso, todas as raças se uniram em uma só. Minhas roupas tradicionais chamam-se quimono, esse, especificamente é um de kendô, uma roupa também ancestral do meu povo, essa calça bem larga chama-se hakama, que me permite me mover sem restrições, e a camisa: keikogi.  Costumavam existir vários tipos de quimono, justos, como de Karatê, festivos... muitos outros. E minhas espadas, a maior se chama katana e a menor wakizashi, ambas armas criadas no meu país, elas juntas chamam-se Daishô, "a alma do samurai". Minha arte de esgrima, que chama-se Kendô, no meu antigo idioma significa “caminho da espada”.

            Antes de me tornar um Mitho eu já era um mestre e professor de Kendô ... Um Sensei.  Eu não sei quantos Mithos orientais ainda possam existir, mas creio ser o último Samurai desse tempo. A propósito, quando lhe disse “perdoe este servo” é porque Samurai significa isso. Servo. Nos tempos ancestrais, no século dezesseis, dezessete, muitos samurais eram arrogantes, esnobes. Mas esse não é o Bushido verdadeiro. Bushido quer dizer “caminho do Samurai”.

   O Bushido segue a seguinte filosofia:

 

Gi – Justiça: Esta regra diz respeito à integridade. Você deve acreditar que a justiça não é algo que é praticado pelos outros, mas algo que você respeita todos os dias. Deve ser honesto sempre e tomar suas decisões baseadas naquilo que é certo e justo para as pessoas ao seu redor.

 

Yuu – Coragem: Viver é arriscado e perigoso. Ficar escondido não é a melhor maneira de encarar a vida. Você deve se esforçar para viver ao máximo e intensamente. Mas ser corajoso não é ser um idiota. Você deve ter inteligência e cautela por trás de seus atos.

 

Jin – Compaixão: Um samurai treina arduamente para fazer o bem. Amor, amizade, solidariedade e nobreza de sentimentos são considerados como os maiores atributos da alma. Ajude seus colegas em todas as oportunidades que houver.

 

Rei – Respeito: O samurai não tem nenhuma razão para ser cruel. Não há necessidade de provar a sua força. Ele deve ser cortês até mesmo para com os seus inimigos. Se não fosse assim, ele não seria melhor do que qualquer animal. Um homem é respeitado não só por sua coragem, mas também pela forma como trata os outros ao seu redor.

 

Makoto – Honestidade: Mentir é um ato covarde e desonroso. Quando um samurai diz que vai fazer algo, é como se já tivesse feito. Nada vai impedi-lo de cumprir uma promessa.

 

Meiyo – Honra: O verdadeiro samurai só tem um juiz de sua honra: ele mesmo. As escolhas que você faz e como você trabalha para obtê-las são um reflexo de quem você realmente é. Você não pode se esconder de si mesmo.

 

Chuu – O último, mas não menos importante, Lealdade: Um samurai é leal àqueles que estão sob seus cuidados. Por quem ele é responsável, ele permanece fiel.

           Eu já estou velho. Mas não esqueço minhas raízes e tradições. Já faz dez anos que abandonei a espada e me tornei um monge recluso. Abri mão de minha visão, e passei a utilizar uma venda desde que me tornei monge. Pois quando chegar a minha hora, saberei, e tirarei a venda. Depois de todo esse tempo vendado, será como ver pela primeira vez novamente: as flores, os pássaros, as belezas que nos rodeiam e que na maioria das vezes nem damos atenção. Será meu presente final, completar tudo isso como se fosse a primeira vez, pela última vez.

           Se você se pergunta o porquê disso tudo, é porque em breve partirei, pois já tenho mais de oitenta e cinco primaveras. Mas como disse, nunca esqueci minhas raízes e origem e queria dividir um pouco da minha filosofia para festejar o Ano Novo Lunar. Conhecido também como ano novo chinês, as festas se iniciam 25 de janeiro e se estendem por diversos dias. O Ano Novo Chinês é uma referência à data de comemoração do ano-novo adotada por diversas nações do oriente que seguem um calendário tradicional distinto do ocidental, o calendário chinês. Por isso, decidi falar sobre minha cultura e dividir um pouco da minha filosofia de vida. Talvez hoje em dia, esses valores que citei não sejam mais importantes... Quando ainda peregrinava, protegendo os inocentes com minha espada, matei muitos bandidos e Mithos maldosos. E cada morte, cada vida que tirava, era como se eu morresse um pouco por dentro. Eu não entendia e não entendo como as pessoas podem mentir em benefício próprio. Como o dinheiro pode valer mais que a palavra. Como bens materiais podem valer mais que uma vida. Enfim...

               Eu não sei se minha palavra tem algum peso para você, mas se pelo menos UM ensinamento lhe chamou atenção, se pelo menos por um minuto você refletiu, eu sinto que cumpri meu dever como samurai. Por favor, não me entenda mal, não é minha intenção desrespeitar nenhuma de suas crenças ou religião, afinal o Bushido não é nenhuma dessas duas coisas, apenas uma filosofia que acredita na possibilidade de nos tornarmos pessoas melhores.

               Go seichō arigatōgozaimashita – ou melhor: muito obrigado pela sua atenção.

           Tenha um ótimo Ano Novo Lunar e uma vida próspera!

  • Facebook
  • Instagram

Siga Joke nas redes sociais!

© O MITHO por J.M.L JOKE. - Todos direitos reservados.

A obra e o site são dedicados em memória do Irmão, e eterno amigo Felipe Daniel Premaor(04/03/1988 ~ 16/07/2012)